Um desabafo: O mercado plus size não te aceita como você é


Essa semana postamos no nosso Facebook uma imagem que rodou a internet: Tara Lynn sem photoshop. Foi uma das fotos mais curtidas no nosso facebook porque mesmo sem photoshop, ela é linda. E ela é gorda, tem celulites e estrias como qualquer outra gorda! Mas é claro, gente! Gorda tem celulite e estrias, onde está a surpresa?

Overlicious-Desabafos-1

E parece que é surpresa pra muitos sim. Decidi escrever esse texto depois que vi esse post da Julia Petit falando sobre as fotos photoshopadas de Beyonce até no instagram da cantora. Que depois daquele bafo da cantora com cara feia no superbowl, só pessoas autorizadas podem fotografar seus eventos e as fotos ainda têm que passar pela curadoria da equipe dela antes de serem publicadas.

Ainda no post, a blogueira Dana Suchow é citada em referência a um post que ela escreveu confessando que usava photoshop para esconder a barriga (que é uma mínima pochetinha) e algumas espinhas nas fotos publicadas. Comecei a pensar nisso e em toda sorte de looks do dia que são postados por blogueiras plus size (brasileiras incluídas) em que parecem maravilhosamente perfeitas. Sim, dá pra ver que são gordas, mas nada aparece. São gordas de outro mundo, sem celulites estrias e sem pneuzinhos na barriga.

Aí você se inspira nas fotos delas e vai às compras. Chegando numa Zara você encontra um XL que te serve (viva!) e vai para aquele provador super mal iluminado e começa a se reparar. Suas estrias lá, sua barriga com pneus lá, suas celulites todinhas contadas uma a uma pela maldita luz branca. E aí pensa “cara, como é possível? X blogueira é mais gorda que eu, como ela fica tão linda nas fotos?”.

Claro que fica linda, ela é maquiadora e tem um fotógrafo pessoal, as fotos são tratadas e publicadas no blog como se tivessem sido tiradas de um catálogo. E todo mundo jogando confete falando que é linda, diva, e musa inspiradora. Aí você vai ler os textos falando de amor próprio. Olha minha filha, é realmente muito fácil você ter amor próprio com filtro de instagram em foto photoshopada, maquiagem profissional e cinta compressora por baixo do vestido.

E me emputece quando dizem que o mercado plus size é democrático, é contra o preconceito e que todas são lindas como são. Porque se acreditassem nisso, não precisariam esconder gorduras e marcas na pele de suas modelos. Se fosse tudo bem ser gorda no mundo da moda plus size, Tara Lynn não precisaria de nenhum retoque (e não precisa, ela é uma gata). O mundo da moda plus size não veio para libertar ninguém, ele é apenas uma cópia do mundo implacável da moda que já existe, só que em tamanho GG. E consegue ser ainda mais cruel dizendo que todas são bem vindas, quando na verdade não são.

Esse texto é um desabafo mas também é um apelo para que as blogueiras que adoram um look do dia e as marcas que produzem peças em tamanhos maiores vejam que não estão contribuindo com ninguém mostrando uma mentira. Cara, se você se ama, mostra aí as suas curvas do jeito que elas são. Que mostrem a humanidade das mulheres do dia a dia, que têm preguiça de se maquiar às vezes, que têm pressa e não gostam de usar salto.

Isso sim é incentivo para a mulherada começar a se amar. Isso sim é inspiração. Isso sim é amor próprio.

Débora Fomin

    Comments

    comments