Modelos Plus Size São Alvo de Risadas em Toronto


Overlicious AllStyle Plus Size Toronto Fashion Week

Nessa última semana aconteceu o WMC Fashion Week, em Toronto. A marca Allistyle passou por uma situação bem chata quando desfilou sua coleção plus size; uma pessoa na platéia achou que seria bacana dar risada das modelos durante o desfile.

A marca nasceu em 2006 quando Pam Shainhouse e Allie Shapiro descobriram que não existia muita variedade de peças com estilo para mulheres gordinhas, depois que Allie sofreu um caso de linfoma e seu peso começou a mudar. A vencedora do America’s Next Top Model, Whitney Thompson é a cara da Allistyle. Durante o desfile dessa sexta-feira, uma pessoa dava risada incessantemente enquanto se escondia atrás do release da coleção. Além disso, muitas pessoas comentavam que as modelos não eram muito boas e que não andavam como as magrinhas de salto.

Olha, que existe bullying e preconceito com relação ao plus-size todo mundo sabe, mas chegar a esse ponto foi absolutamente ridículo.  Sem problemas você não gostar do segmento, mas ele existe. Se você não gosta, não compareça, e se comparecer pelo menos seja respeitoso. Péssimo.

O lado bom disso tudo, além das peças lindas de Allistyle, foi o depoimento de uma das modelos que desfilaram:

“Conforme eu andava pela passarela na sexta, a cada momento vestida em uma peça que foi desenhada para o formato do meu corpo  e projetada para se mover conforme as minhas curvas, eu me senti luxuosa e com orgulho de ser parte dessa edição Canadense do movimento tão esperado que tem crescido em todos os outros mercados da moda. Eu me senti honrada por andar nas passarelas do World Mastercard Fashion Week, e representar não só uma causa em que eu acredito, mas uma geração de mulheres e garotas que foram ensinadas que seus corpos não são bons o suficiente.

Querida WMC Fashion Week, eu sou boa o suficiente, meu corpo é digno de moda. Eu sou um tamanho 44. E eu ainda sou uma puta modelo, com um quadril de 101cm e tudo. E eu desafio a esse senhor que se escondeu atrás do release do desfile: ‘vem ni mim'”

Dei uma adaptada, mas o texto original você encontra nesse link.

É uma pena que esse tipo de coisa ainda aconteça. É uma pena que somente outros tipos de preconceito sejam considerados ilegais no Brasil, como raça e orientação sexual. Plus size, ou não plus size, somos mulheres dignas de moda e todas merecemos respeito. E isso não está aberto à discussão.

xx

 

    Comments

    comments