A Falsa Democratização da Moda


Há algum tempo venho me incomodando com grandes lojas de departamento como C&A, Renner, Riachuelo e afins. Neste último final de semana cheguei no meu limite…

overlicious-desabafos-moda-plus-size-1No sábado, quis comprar um vestido de verão. Eu estava de legging com um calor de 33° lá fora, queria ficar fresquinha. Fui ao shopping e entrei em nas lojas de departamento. Primeiro que não encontrei nada apaixonante, como não tenho encontrado há um tempo já, e segundo que os tamanhos eram todos confusos! Vestido G de tecido sem elasticidade, camisa em tamanho único, e tudo muito mal feito, muito mal acabado. Aí você pensa “você espera muita qualidade de loja de departamento?” Olha, à partir do momento que tentam me vender uma camisa de tecido chinfrim, com a costura toda torta por R$99,00, sim, eu espero qualidade.

Pausa para uma pequena lição de moda: tecidos planos (sem elasticidade) devem ser feitos em medidas à partir do 36. P M G em tecido plano não existe e não pode existir!

A ABNT ainda não padronizou as medidas de modelagens masculinas e femininas aqui no Brasil, por isso que em alguns lugares você serve em um 50 e em outros você serve num M e sai feliz da vida da loja. Eu uso 48 na maioria das vezes e me dei conta de que grandes lojas que têm como filosofia democratizar a moda não fazem modelos maiores que 46. Se você usa 48, você se encaixa na “coleção especial” que é meia dúzia de peças em malha, geralmente de mal gosto e feitas para mulheres com a altura proporcional ao peso, ou seja, tudo muito comprido. Somos gordinhas, mas também gostamos de tecidos de qualidade, tecidos sem elasticidade, peças com pence, com cintura e saias curtinhas! Qual o problema disso?

Eu entendo que a moda plus size no Brasil ainda está em crescimento, que as peças são caras e não são tão bonitas. Mas o que me deixou indignada foi ver blogueira plus size falando “ah na loja só vi até o 46”. Amiga, já te ocorreu que se você tem um blog plus size, suas leitoras usam 52, 56? Não é justo fazer um look do dia indicando uma loja que vende até o 46. Nesse caso você só está mostrando para o mundo o quanto você se veste bem e não dando uma luz no fim do túnel para quem não encontra peças no tamanho ideal.

Por isso esse ano estamos em uma incansável busca por peças bonitas de marcas plus size, com preços justos. Já temos lojas internacionais que entregam no Brasil como a Modcloth e a Asos e até marcas brasileiras com peças mais bonitas como a Flaminga.

E vamos continuar procurando. Você que usa 48+ merece se sentir linda como qualquer outra mulher!

xoxo

Débora Fomin

    Comments

    comments